sexta-feira, 29 de abril de 2011

O que significa ser salvo pela graça?

“(...) Para que todas as nações venham a crer nEle e a obedecer-Lhe. (Romanos 16: 26)”

Acredito que muitas pessoas se perguntam como devem proceder para viver com Deus, ir ao céu, salvar-se, enfim, talvez muitos até sacrificassem suas fortunas, e a própria vida para conseguir alcançar a vida eterna de que fala a bíblia e se perguntam: como isso poderia ser feito? Atos de bondade me tornariam apto para o reino do qual Jesus falou em Sua passagem pela terra?

A resposta é não. Uma pessoa poderia ser a mais bondosa do mundo e ainda assim, isso não seria imputado para a salvação dela. Aliás, nada do que uma pessoa faça pode ser imputado para a própria salvação. As escrituras falam que “os que tão somente creem” é que serão salvos. Só isso, mais nada? Sim, só isso e mais nada. A fé é o passaporte para que o ser humano tenha acesso à graça salvadora de Deus.

Você pode se perguntar: mas eu acredito em Deus, em Jesus e em Sua morte para a salvação do mundo. Como terei a certeza de que estou salvo?

No livro de Efésios, Paulo fala sobre a nova vida, a vida em Cristo. Nos versículos 8,9 e 10 do capitulo 2 de Efésios, está escrito o seguinte: “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras para que ninguém se glorie. Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos.” O capitulo 4 do Livro de 1 Pedro confirma o que Paulo diz e o verso 2 diz que devemos viver, não para satisfazermos nossos desejos, mas para fazer a vontade de Deus.

A vida de alguém que está em Jesus, ou seja, salvo, é caracterizada pela transformação do ser e das atitudes. O mal ao próximo e a Deus não é mais praticado, pois a pessoa já conhece a verdade e esse conhecimento também motiva a permanecer na conduta que agrada a Deus, pois pelos nossos atos podemos nos aproximar ou nos afastar de Deus (Salmos; 105: 39). Porém essas atitudes não valem nada se não forem movidas pelo amor e certeza da graça divina, pois as obras, ainda que boas não podem trazer ninguém para mais próximo de Cristo e a fé só demonstra que foi coroada com a graça da salvação se esta for seguida pela obediência na prática das boas obras (que foram feitas para praticarmos).

A importância da obediência é tão grande que até satanás declara guerra aos salvos que tem fé em Jesus e O obedecem, praticam em suas vidas, o que Deus solicitou que eles fizessem (apocalipse12: 17).

Para finalizar, gostaria que vocês lessem Deuteronômio 28:1-14. Esses versos falam da importância e das bênçãos concedidas àqueles que pela fé obedecem a Deus. E também Deuteronômio 30: 6. Onde está escrito que Deus dará um coração fiel aos que se arrependem e creem nEle.

Quando a graça de Deus superabundar em sua vida tudo o que você poderá dar em troca será amor e obediência, mas isso não vem de seu espírito humano e sim do espírito de Deus. É por isso que a pratica de boas obras e até a obediência aos mandamentos não pode salvar ninguém, pois essa obediência é concedida (ou seja, não é inata dos seres humanos, mas proveniente de Deus) aos que tem fé. Mas se fizermos o contrário e não obedecermos mostramos que não conhecemos a Deus e que em nós, em nossa conduta, não há verdade. (1 João 3: 9,10).

Só a graça de Deus pode mudar sua vida, e se você crer e quiser ele realizará as mudanças necessárias para que você esteja apto para encontrá-Lo face a face. Tudo isso se inicia com a fé.

Que Deus te dê forças e te guarde do mal.


· * Os versos bíblicos citados são da Nova Versão Internacional

2 comentários:

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Ótimas observações à cerca das Escrituras. Que Deus continue te inspirando!
Obrigada por visitar meu blog.
Volte sempre que quiser!

Abraços,

http://evesimplesassim.blogspot.com/

Kelly Christi disse...

internet é coisa engraçada, a gente encontra tudo! até blog cristão... eu respeito a sua verdade e gostei do modo como expressou, melhor que muitas igrejas que só pensam em dinheiro, abração.